Bioculturalidade associada à extração e uso do azeite de uma etnovariedade de Sesamum L. (Pedaliaceae): Uma abordagem etnobotânica em uma comunidade rural no Semiárido do Piauí (Nordeste do Brasil)

Jorge Izaquiel Alves de Siqueira, Teresinha de Jesus Machado, Jesus Rodrigues Lemos

Abstract


Resumo

Antecedentes: A valorização e o resgate dos saberes empíricos em comunidades rurais de todo o planeta são elementos imprescindíveis à conservação da diversidade biocultural ao redor do mundo. A descrição e valorização dessas práticas bioculturais dentro da própria comunidade estudada deve ser considerada uma etapa do trabalho de todo pesquisador que maneje o tema de Etnobiologia. A comunidade rural Franco, município de Cocal, com localização no estado do Piauí (Nordeste do Brasil), passou por um desastre catastrófico há alguns anos, perdendo grande parte de sua área territorial. Apesar disso, uma pequena parte da comunidade se mantém ativa, conservando os costumes e práticas locais. Entre essas atitudes bioculturais, destacam-se as práticas que se baseiam no uso do azeite de “gergelim preto” (Sesamum indicum L. -  Pedaliaceae). Com o propósito de valorizar e resgatar essas práticas bioculturais, se apresenta um Photographic Essay, onde se documentam os usos do azeite da etnoespécie e a descrição das etapas de extração desse azeite.

Métodos: Para a produção do Photographic Essay, levou-se a cabo uma investigação etnobotânica na comunidade rural Franco, região semiárida do Piauí, Nordeste do Brasil. Os dados etnobotânicos foram documentados a partir do uso da técnica de observação participante (convivendo com a comunidade) e aplicação de formulários semiestruturados.

Resultados: Localmente, o azeite de “gergelim preto” é utilizado como recurso medicinal (em sua maioria) e cosmético. O seu emprego se baseia em um conjunto de símbolos, crenças e práticas de 

cunho biocultural. No entanto, o conhecimento associado a essas práticas se encontra sob ameaça de desaparecimento, principalmente, pelo desinteresse entre os mais jovens e restrição dessas práticas a poucos residentes locais.

Conclusões: Os conhecimentos tradicionais associados à extração e uso do azeite de “gergelim preto” têm importância biocultural para a comunidade rural Franco. A valorização e o resgate dessas práticas são elementos essenciais e desempenham um importante papel para a manutenção da bioculturalidade associada, especialmente, em época de constantes ameaças a estes conhecimentos.

Palavras-chave: Bioculturalidade, resgate de saberes, ecologia biocultural, etnobiologia.


Full Text:

PDF


Ethnobotany Research and Applications (ISSN 1547-3465) is published online by the Department of Ethnobotany, Institute of Botany, Ilia State University.
All articles are copyrighted by the author(s) and are published online by a license from the author(s).